Como o Alentejo, em Portugal, utiliza a sustentabilidade para produzir vinhos premium

 

 

Programa sustentável da região representa 45% da área de vinhedos alentejanos

 

 

À medida que eventos climáticos cada vez mais voláteis impactam as regiões vinícolas globais, a produção evolui, de forma a atender às necessidades do presente sem comprometer a mesma capacidade das gerações futuras –isso é sustentabilidade.

Nos últimos três anos, Portugal, quarto maior país na produção mundial de uvas e nono na produção de vinho, enfrentou incêndios florestais violentos, secas e inundações catastróficas e temperaturas escaldantes. Então, como as regiões vinícolas globais podem se proteger contra uma miríade de impactos das mudanças climáticas?

 

“A sustentabilidade é o novo paradigma do século 21. Os produtores que não fizerem da sustentabilidade uma parte central do seu modelo de negócio ficarão progressivamente desatualizados, marginalizados pelos consumidores e, possivelmente, através de novas políticas internacionais”, explica João Barroso, Coordenador de Sustentabilidade Vinhos do Alentejo.

 

Para promover práticas sustentáveis ​​nas vinhas, adegas e comunidades, a região vinícola de Alentejo em Portugal, a cerca de uma hora de Lisboa, lançou o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos de Alentejo (PSVA) em 2015. Em cinco anos, o programa representa 45% da a área de vinhedos da região e todas as suas principais vinícolas, tornando-se um modelo para futuros programas semelhantes em todo o mundo.

 

Como em qualquer outro programa de voluntariado, a missão do PSVA é aumentar a viabilidade econômica por meio de uma abordagem pró-ativa na construção de proteções ambientais no vinhedo e na adega, bem como ajudar no desenvolvimento social da comunidade.

 

As iniciativas protegem as vinícolas por meio da utilização de permacultura, animais, redução de pulverização e composto; energia verde renovável, redução do uso de água e reciclagem, e também, ajuda a comunidade por meio de doações escolares e treinamento de sustentabilidade para residências.

O foco é melhorar o impacto ambiental e as comunidades em volta por meio de medidas sustentáveis, elevando ainda mais a qualidade do vinho.

 

Embora todos os vinhos de Alentejo ofereçam alta qualidade por um preço baixo, apoiar as vinícolas PSVA, também ajuda a encorajar mais práticas sustentáveis ​​na região e globalmente.

 

 

 

 

Fonte:  Forbes

Link: https://bit.ly/3aTI0kd