Por que água e sabão são eficazes contra o coronavírus?

Uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é lavar as mão com água e sabão ou quando não for possível utilizar o álcool 70%.

Vocês devem estar se perguntando: Mas por que o sabão ajuda na prevenção do COVID-19?

O Coronavírus é basicamente um vírus de RNA protegido por um envelope de dupla camada de lipídios (gordura) e proteínas, que são responsáveis pela ligação do vírus às células do hospedeiro (indivíduo).

Como algumas pessoas sabem, o sabão é um emulsificante que apresenta duas extremidades: uma hidrofílica, capaz de se ligar às moléculas de água, e outra hidrofóbica, que se liga às moléculas de gordura, auxiliando dessa forma na ligação da água com a gordura.

Ao lavarmos as mãos com água e sabão, a camada de gordura é rompida expondo as proteínas virais, que consequentemente são perdidas impossibilitando a entrada do vírus no organismo do indivíduo.

Outra substância bastante utilizada para higienização das mãos é o álcool 70%, que em contato com a proteína que compõem o vírus promove a desnaturação dessas proteínas virais. Entretanto, ao contrário da água e sabão, o álcool não promove a remoção mecânica, ou seja, o ideal é pensar no álcool como um complemento para a higienização ou quando não há acesso um local apropriado para lavagem das mãos, e nunca como meio de higiene principal.

Ellen de Almeida – BRQuality