Alimentos seguros hoje, para um amanhã saudável!

7 de junho de 2021 Dia Mundial da Segurança dos Alimentos

UM GUIA PARA O DIA MUNDIAL DA SEGURANÇA DOS ALIMENTOS 2021

Alimentos seguros hoje, para um amanhã saudável

INÍCIO

Os alimentos que comemos são mantidos em segurança por meio de esforços de todos que os cultivam, processam, transportam, armazenam, comercializam, preparam e servem. Alimentos seguros contribuem para uma vida saudável, uma economia saudável, um planeta saudável e um futuro saudável. A segurança dos alimentos também é assunto seu. Usando práticas de segurança dos alimentos em nossa casa e em nossa vida diária podemos evitar as doenças transmitidas por alimentos. Use este guia para se inspirar e se envolver no Dia Mundial da Segurança dos alimentos!

SLOGAN

“A segurança dos alimentos é assunto de todos”

Chamadas para ação:

  1. Garanta que é seguro

Os governos devem garantir alimentos seguros e nutritivos para todos

  1. Cultive com segurança

Agricultores e produtores de alimentos precisam adotar boas práticas

  1. Mantenha seguro

As empresas devem garantir que os alimentos sejam seguros

  1. Saiba o que é seguro

Os consumidores precisam aprender o que são alimentos seguros e saudáveis

  1. Unam-se pela segurança dos alimentos

Vamos trabalhar juntos por uma alimentação segura e uma vida saudável!

 

TEMA

“Alimentos seguros hoje, para um amanhã saudável”

O consumo e a produção de alimentos seguros trazem benefícios de curto e de longo prazo para as pessoas, o planeta e a economia.

A disponibilidade de alimentos seguros e saudáveis para todos pode ser sustentada no futuro com a adoção de inovações digitais, soluções científicas, bem como preservando o conhecimento tradicional que perdurou ao longo do tempo.

Nossos sistemas alimentares precisam produzir alimentos seguros e em quantidade suficiente para todos. Reconhecer as conexões sistêmicas entre a saúde das pessoas, animais, plantas, meio ambiente e economia nos ajudará a atender às necessidades do futuro. Ações locais baseadas em soluções equitativas, inovadoras e fortalecimento da colaboração multissetorial são essenciais para atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Embora o COVID-19 não seja transmitido por alimentos, a pandemia intensificou o foco em questões relacionadas à segurança dos alimentos, como higiene, resistência antimicrobiana, zoonoses, mudanças climáticas, fraudes alimentares e os potenciais benefícios da digitalização de sistemas alimentares. Também ajudou a identificar fraquezas e vulnerabilidades nos sistemas de produção e controle de alimentos. Para um futuro imediato, minimizar interrupções nas cadeias de abastecimento de alimentos continua sendo uma das maiores prioridades de todos os governos, já que os consumidores precisam ter acesso garantido a alimentos.

Uma abordagem baseada no risco para a segurança dos alimentos e para atender aos requisitos de alimentos seguros pode ajudar a manter o fornecimento global de alimentos e facilitar o acesso do consumidor. Esforços combinados para a segurança dos alimentos ajudará os países a mitigarem os impactos socioeconômicos da pandemia e aumentarem sua resiliência à longo prazo, facilitando e acelerando o comércio agrícola, contribuindo para a prevenção de outras pandemias zoonóticas e transformando os sistemas alimentares.

 

DÉCADA DE AÇÃO PELA NUTRIÇÃO (2016-2025)

Década de Ação da ONU pela Nutrição: compromissos para uma dieta segura e saudável

Todos têm o direito de ter acesso a alimentos seguros, em quantidade suficiente e nutritivos. Ajudando a manter os alimentos seguros, você contribui para uma melhor nutrição e para a saúde de sua família e comunidade.

 

ANO INTERNACIONAL DAS FRUTAS E VEGETAIS (2021)

Você sabia que 2021 é o ano internacional da ONU de frutas e vegetais?

Lembre-se de comer frutas e vegetais seguros! Produtos que são consumidos crus, e especialmente se não forem descascados ou lavados em água potável, podem transmitir agentes patogênicos e produtos químicos maléficos à saúde. A contaminação microbiológica e química é difícil de detectar sem teste, por isso geralmente passa despercebida até que o produto tenha sido consumido.

 

ANO INTERNACIONAL DA SAÚDE VEGETAL (2020)

A segurança dos alimentos começa na fazenda, com as escolhas de sementes, como e onde as plantas serão cultivadas e protegidas. Vegetais saudáveis são essenciais para um sistema alimentar robusto e uma cadeia alimentar segura e próspera.

 

COMO PARTICIPAR

Aqui estão algumas idéias para te ajudar a comemorar o Dia Mundial da Segurança dos alimentos! Se você não conseguir organizar eventos físicos, adote o virtual e alcance os espaços digitais.

Organize palestras e demonstrações sobre segurança dos alimentos:

Convide pessoas que cultivam, processam, vendem e/ou cozinham alimentos para falar sobre ou até mesmo demonstrar o que fazem e como a segurança dos alimentos é importante para eles. Isso pode ser em uma escola, local de trabalho ou espaço comunitário. Para torná-lo virtual, faça um vídeo da palestra ou demonstração e compartilhe-o em uma plataforma de mídia social. Incentive comentários e discussões ou mesmo transforme-o em um evento ao vivo de mídia social para que seu convidado possa responder às perguntas dos espectadores.

Organize um workshop ou conferência:

Reúna especialistas em alimentos de diferentes negócios, setores ou disciplinas para compartilhar seus conhecimentos e discutir como a segurança dos alimentos pode ser melhorada em seu setor, escola, universidade, comunidade ou local de trabalho. Para torná-lo virtual, transforme-o em um webinar. Há diferentes plataformas online para discussão com vários participantes que são fáceis de usar.

Envolva a mídia:

Compartilhe o conhecimento sobre segurança dos alimentos por meio de entrevistas de rádio, talk shows ou briefings. Contate seu jornal local ou estação de TV para propor uma cobertura sobre segurança dos alimentos.

Planeje uma atividade ao ar livre:

Organize uma corrida, caminhada, dança ou aula de preparação física para divulgar a segurança dos alimentos como chave para a manutenção da vida e promoção da saúde. Incentivar as pessoas a serem fisicamente ativas pode ser uma boa maneira de aumentar a conscientização sobre a segurança dos alimentos em sua comunidade.

Faça uma competição:

Competições de pôster ou fotografia em torno de um tema são populares em escolas, universidades, comunidades e em locais de trabalho. Incentive os participantes a descobrirem sobre segurança dos alimentos e visualizarem o que aprenderam para transmitir a mensagem. Os trabalhos vencedores podem ser usados em espaços públicos para aumentar a conscientização sobre segurança dos alimentos.

Para torná-lo virtual, anuncie sua competição nas redes sociais e receba os envios eletronicamente. Incentive todos os participantes a usarem os pôsteres/fotos e peça aos administradores da escola ou das mídias sociais do local de trabalho que divulguem o vencedor ou vencedora virtualmente.

Envolva os jovens:

Envolva os alunos em atividades de segurança dos alimentos em escolas, centros ou eventos juvenis. Dessa forma, os jovens podem aprender sobre segurança dos alimentos e passar a mensagem de que, mudando ações simples do dia-a-dia, podem evitar os perigos das doenças transmitidas por alimentos. Para torná-lo virtual – compartilhe com antecedência materiais educacionais, como as Cinco Chaves da OMS para uma alimentação mais segura, e posteriormente realize uma discussão online.

Crie uma montagem de fotos:

Documente visualmente as boas práticas de segurança dos alimentos e faça uma colagem ou produza uma exposição que mostre a segurança dos alimentos em ação. Para torná-lo virtual – envie suas imagens para uma galeria online. Incentive outros a contribuírem – o resultado seria uma visão abrangente da segurança dos alimentos, em diferentes perspectivas.

Produza um vídeo:

Conduza uma entrevista ou registre as práticas de segurança dos alimentos de uma empresa. Pesquise o tópico para que você possa fazer perguntas. Compartilhe o vídeo com amigos, colegas, ou outros alunos. Para torná-lo virtual – faça uma entrevista no Zoom e poste o vídeo no site de uma empresa, escola, universidade ou comunidade. Alternativamente, a entrevista pode ser transmitida ao vivo ou um tour gravado na indústria pode ser postado. Incentive o feedback e a discussão online.

Divulgue:

Não precisa ser algo complexo, que envolva equipamentos, dinheiro e muitas pessoas. A simples publicação de materiais do Dia Mundial da Segurança dos alimentos nas redes sociais ajuda a espalhar a consciência sobre o tema. Use a hashtag #DiaMundialDaSegurançaAlimentar e compartilhe no Facebook, Instagram, TikTok e outros canais de mídia social.

Seja criativo!

Existem várias maneiras de aprender sobre segurança dos alimentos e compartilhar seus conhecimentos. Faça um quis, encene um teatro com os amigos, escreva uma música ou um poema. O céu é o seu limite! Para torná-lo virtual – todas essas coisas podem ser conduzidas, gravadas e compartilhadas online.

Reúna histórias pessoais:

Documente histórias sobre trabalhadores do setor alimentício, agricultores, profissionais da saúde ou alguém que tenha sofrido uma doença de origem alimentar. Compartilhar experiências pode ajudar as pessoas a entenderem a importância do assunto. As histórias podem ser escritas, desenhadas, fotografadas, cantadas, dramatizadas ou gravadas. Para torná-lo virtual – as histórias podem ser compartilhadas de várias maneiras – por meio de blogs, podcasts, vídeos e várias mídias sociais

 

MENSAGENS CHAVE

Não há segurança alimentar sem segurança dos alimentos.

Se não for seguro, não é comida. Somente quando o alimento for seguro, ele atenderá às necessidades dietéticas e ajudará a garantir que todos possam ter uma vida ativa e saudável. Isso também é conhecido como  dimensão de utilização da segurança dos alimentos.

Alimentos seguros são essenciais para a saúde e o bem-estar.

A Organização Mundial de Saúde estima que mais de 600 milhões de pessoas adoecem e 420.000 morrem todos os anos por comer alimentos contaminados com bactérias, vírus, parasitas, toxinas ou produtos químicos. No entanto, esses números representam apenas “a ponta do iceberg”, já que os dados abrangentes de vigilância para doenças transmitidas por alimentos não estão disponíveis em todos os lugares. Quando os alimentos não são seguros, não podemos nos beneficiar de seu valor nutricional, nem crescermos e nos desenvolvermos.

Ao investir em segurança dos alimentos hoje, colheremos recompensas no futuro.

A produção segura de alimentos melhora as oportunidades econômicas ao permitir maior produtividade e acesso ao mercado. Ao mesmo tempo, boas práticas ao longo da cadeia de abastecimento melhoram a sustentabilidade, minimizando os danos ambientais e desperdício. Alimentos inseguros ou contaminados levam à rejeição do comércio e a grandes perdas econômicas.

A abordagem ‘Uma Saúde’ melhora a segurança dos alimentos.

A segurança dos alimentos requer uma abordagem holística, como “Uma Saúde”, que reconhece a conexão entre a saúde das pessoas, animais, plantas e o meio ambiente. A saúde animal e vegetal são essenciais para a produção agrícola de alimentos suficientes para alimentar o mundo. Manter os animais saudáveis também minimiza o risco de patógenos zoonóticos (organismos causadores de doenças que podem ser transmitidos entre animais e humanos), organismos resistentes a antimicrobianos e muito mais.

A segurança dos alimentos é baseada na ciência.

Olhar ou cheirar comida não é uma forma confiável de verificar se ela é segura, mas os pesquisadores desenvolveram testes e ferramentas para fazer isso para nós. Cientistas de alimentos, microbiologistas, veterinários, médicos e toxicologistas aconselham quais práticas de produção, processamento, manuseio e preparação de alimentos são necessárias para fazer e manter os alimentos seguros. Quando as práticas de segurança dos alimentos são empregadas em toda a cadeia alimentar, o resultado é um alimento seguro.

A FAO e a OMS apoiam os esforços em todo o mundo para manter os alimentos seguros

Por meio de mandatos complementares e uma parceria de longa data, a FAO e a OMS cobrem uma série de questões para apoiar a segurança dos alimentos global e proteger a saúde do consumidor. A FAO aborda questões de segurança dos alimentos ao longo da cadeia de abastecimento de alimentos, enquanto a OMS trabalha com o setor de saúde pública para reduzir a carga de doenças transmitidas por alimentos. As duas organizações têm programas conjuntos sobre normas alimentares (Codex Alimentarius), aconselhamento científico (JECFA, JEMRA, JMPR, JEMNU) e resposta a emergências (INFOSAN).

Os padrões do Codex Alimentarius ajudam a proteger a saúde e a facilitar o comércio

A Comissão do Codex Alimentarius da FAO/OMS reúne a experiência de ambas as organizações e seus 189 membros para estabelecer padrões, diretrizes e códigos de prática internacionais com base científica que ajudam a garantir a segurança e a qualidade dos alimentos de forma consensual, inclusiva e transparente. Ele aborda todas as questões relacionadas à alimentação: contaminantes, práticas higiênicas, rotulagem, aditivos, inspeção e certificação, nutrição, resíduos de medicamentos veterinários e pesticidas. Quando os governos adotam padrões internacionais, os agricultores e produtores são capazes de atender às demandas dos consumidores por alimentos seguros e expandir seu acesso ao mercado.

 

Dicas para organizar eventos virtuais

  1. Conheça o seu público. Selecione o tipo de evento que seu público-alvo participaria e um canal de mídia social ou plataforma que eles usariam.
  2. Comece a planejar com antecedência.
  3. Escolha uma data, hora e plataforma. Considere a localização do seu público e verifique os fusos horários.
  4. Sempre que possível, opte por reuniões protegidas por senha.
  5. Encontre o anfitrião, os convidados e o formato certos. Convide pessoas que conheçam o assunto e possam envolver seu público.
  6. Promova o seu evento. Diga ao seu público quando o evento acontecerá e como eles podem participar.
  7. Seja inclusivo. Use linguagem e legendas claras. Busque por ferramentas visuais para tornar o evento mais acessível. Mantenha um equilíbrio de gênero e diversidade para seus anfitriões e convidados.
  8. Esteja pronto para problemas técnicos. Tenha alguém disponível para ajudá-lo com qualquer dificuldade que surgir.

 

Materiais de campanha

Projetos para os seguintes produtos serão disponibilizados para o Dia Mundial da Segurança dos alimentos de 2021 em todos os seis idiomas oficiais da ONU (árabe, chinês, francês, inglês, russo e espanhol):

  1. Cartazes
  2. Banners da web
  3. Cenários ou banners de eventos
  4. Gadgets – camiseta, boné, bolsa, caneca, avental

Você pode baixar esses materiais no Acervo do Dia Mundial da Segurança dos alimentos 2021 em baixa resolução (para compartilhar digitalmente) e em alta resolução (para impressão ou produção). A maioria dos produtos já está disponível nos seis idiomas da ONU e outros serão carregados em junho de 2021.

Junte-se à campanha compartilhando nosso material gratuito em todos os seis idiomas oficiais da ONU nos canais digitais disponíveis no quadro do Trello. As hashtags do idioma inglês são: #WorldFoodSafetyDay #FoodSafety #SafeFood

Conte-nos seus planos e envie-nos fotos/vídeos de seus eventos: World-Food-Safety-Day@fao.org

 

A ONU reconhece segurança dos alimentos

Em 2018, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotou a resolução 73/250 proclamando 7 de Junho como o Dia Mundial da Segurança dos alimentos, levando em consideração a carga global de doenças transmitidas por alimentos, que afetam indivíduos de todas as idades, em particular crianças menores de cinco anos e pessoas que vivem em baixa regiões de renda. A resolução observa que “não há segurança dos alimentos sem inocuidade dos alimentos e que em um mundo onde a cadeia de abastecimento de alimentos se tornou mais complexa, qualquer incidente adverso de segurança dos alimentos pode ter efeitos negativos globais sobre a saúde pública, o comércio e a economia”. Também enfatiza que a melhoria da segurança dos alimentos contribui positivamente para o comércio, o emprego e a redução da pobreza. O Dia da ONU foi instituído para aumentar a conscientização em todos os níveis e promover e facilitar ações em prol da segurança dos alimentos global, com base em princípios científicos e em linha com as medidas da Organização Mundial do Comércio. A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), as organizações principais da Comissão do Codex Alimentarius, foram convidadas a facilitar conjuntamente a celebração do Dia Mundial da Segurança dos alimentos, em colaboração com outras organizações relevantes.

Vamos comemorar juntos! O terceiro Dia Mundial da Segurança dos alimentos será celebrado em 7 de junho de 2021 para chamar a atenção e inspirar ações para ajudar a prevenir, detectar e gerenciar os riscos de origem alimentar. Este guia foi produzido para facilitar a organização de campanhas, eventos e atividades do Dia Mundial da Segurança dos alimentos.