Diretrizes para a preparação de locais de trabalho para o COVID-19

Por: Keli de Lima – BRQuality

 

A Administração de Segurança e Saúde Ocupacional (OSHA) emitiu um guia para as empresas prepararem o local de trabalho, considerando a pandemia com o coronavírus, incluindo informações de como um surto de Covid-19 pode afetar locais e trabalho e as medidas que os empregadores podem tomar para reduzir o risco de exposição dos trabalhadores.

O documento na íntegra pode ser verificado no site www.osha.gov e abaixo transcrevemos as informações que podem auxiliar as empresas na elaboração do seu plano de ação para gerenciamento de crise.

O documento tem direcionamentos que podem ser aplicados a qualquer organização, como por exemplo: uma análise de risco para determinar o nível de risco que os trabalhadores de determinada empresa estão expostos e quais as medidas de controle devem ser adotadas de acordo com o risco, mas também possui alguns direcionamentos bem específicos para os EUA e estas informações não estão traduzidas na versão que apresentamos aqui.

Além deste documento, precisamos salientar que existem outros, que podem ajudar as empresas na elaboração do seu plano de contingência, como por exemplo “Plan, Prepare and Respond to Coronavirus Disease 2019” apresentado pelo CDC – Centers for Disease Control and Prevention (https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-nCoV/index.html).

 

Leia o documento completo em: https://brqualityconsultoria.com.br/wp-content/uploads/2020/03/Covid-19.pdf

Search

Artigos Relacionadas

Exemplos de APPCC para Carnes

Por: Keli Lima Neves Em todos os meus treinamentos sobre APPCC, sempre deixo claro que não há uma receita para construção do Sistema de APPCC.

Agenda ANVISA 2024-2025

Por: Keli Lima Neves Para você se preparar com os temas que serão trabalhados pela ANVISA em 2024 e que podem trazer alterações nas práticas

A BRQuality é uma empresa focada em desenvolver soluções criativas junto aos seus clientes, oferecendo treinamentos e consultorias personalizados, desmistificando e descomplicando o que parece difícil, deixando as equipes preparadas para dar continuidade nos programas e entender sua interação na cadeia de alimentos de forma responsável.