O que, afinal, é saúde mental?

 

 

Por Dr. Arthur Guerra

 

Saúde mental está fincada em 3 tripés: o bem-estar físico, o bem-estar psicológico e o bem-estar emocional

 

O espaço que me cabe aqui na Forbes é um espaço para discutir questões ligadas à saúde mental. Mas afinal, o que é saúde mental?

 

Até pouco mais de 10/15 anos atrás, saúde mental era considerada a ausência de doenças mentais. Ou seja, dizíamos que uma pessoa era portadora de saúde mental quando ela não era diagnosticada com algum transtorno mental.

 

O conceito mudou – ainda bem. Hoje, saúde mental é mais do que não ter uma doença mental. Está ligada ao que chamamos de bem-estar e qualidade de vida. Em outras palavras, significa conseguir conviver com o seu entorno – amigos, colegas de trabalho, familiares, conhecidos – sem causar prejuízo a si mesmo ou aos outros por conta de algum comportamento que você manifesta. É conseguir realizar as suas atividades e rotinas do dia a dia de modo produtivo, é manter relações saudáveis e ter a habilidade de se adaptar quando algo não vai bem: a tal resiliência, tema de minha coluna na semana passada.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, é impossível separar mente e corpo. Assim, a OMS considera saúde mental como um dos aspectos da nossa saúde geral e diz que não há saúde sem saúde mental. Eu concordo. Nos consultórios, vemos diariamente questões relacionadas ao corpo afetarem o bem-estar da mente e transtornos da mente causarem malefícios ao corpo.

 

Saúde mental está fincada em 3 tripés: o bem-estar físico, o bem-estar psicológico e o bem-estar emocional. Por isso, é importante cuidar do corpo, praticando atividade física regularmente – qualquer uma, mantendo bons hábitos de sono e não exagerando na comida, nas drogas, no álcool e no trabalho. Por isso também, criar resiliência emocional e psíquica é essencial, assim como é fundamental ter espiritualidade, fé em algo que está além da vida material e das coisas concretas com as quais nos deparamos no nosso cotidiano.

 

Eu já falei brevemente sobre isso neste espaço, mas volto ao tema. Organizações internacionais de renome, como a World Psychiatric Association, a American Psychiatric Association e a American Medical Association reconhecem que a atenção à espiritualidade é um componente dos cuidados à nossa saúde mental.

Confira mais!

Fonte: Forbes

Link: https://bit.ly/3aTI0kd